Veja também Ânsia de Perplexidade em:
http://naiane-julie.blogspot.com.br/

terça-feira, 5 de julho de 2011

Sementes de um mundo

  


           A vida existe entre o holocausto; enquanto o universo natural partilhado pelo céu azul, é calmo e claro,  vivemos a insípidez de lutar constantemente por um pedaço do céu na terra, da lua no espaço de um abraço. Perspectivas.
            Eu sonho em ser forte como o Sol dos teus olhos que estão constantemente transmitindo-me o futuro, e dele faço um coletivo de esperança, eu tenho uma felicidade boba... e boa. (Tenho fé em nossos alicerces de hoje).
           É graça essa farsa constante do mundo.  Diante do mundo deste segundo- portentos, sonhos- tudo parece ansioso pelo estouro colateral de um próximo passo de dias fortes e claros.
           Onde quer que eu esteja amanhã e ainda que misturem-se os tempos, os sonhos, os dias; terei essa força vingando a nudeza da vida, e mais do que um segredo inserido em minha mente e implantado em meu peito pelo doce sentimento proveniente do nosso universo particular, eu quero o dia de hoje, quero os dias dos dias de amanhã.. Os dias que brotam das sementes lançadas de todos os anteriores, nosso jardim se aproxima..

4 comentários:

  1. Flor, adorei seu blog mesmooo *--* Seguindo já Bjão

    ResponderExcluir
  2. Olá, Julie! Grato pela visita e por seguir-me. Um grande abraço. Ah, sigo-te também.

    ResponderExcluir
  3. Desejos muitas sementes de felicidade e sucesso na sua vida. E que seu jardim seja repleto de vida!
    Parabens pelo blog

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto. Parabéns. Se quiser visitar o cafeegraca.blogspot.com será um satisfação em se tornar mais um amigo do blog.

    Fica na paz!

    ResponderExcluir